Dicas de Marcos Zotto


Tutorial de limpeza e manutenção de carretilhas


Olá Amigos,

Fiz um tutorial básico de limpeza e manutenção de carretilhas.
Este tutorial é dividido em duas partes :

A primeira é uma manutenção bem básica, voltada a preservar os principais rolamentos da carretilha, e deve ser feita sempre que a pescaria foi em água salgada, e no máximo até três dias após.
É de fácil execução e seu tempo estimado é de uma hora.

A segunda parte do tutorial, é para uma manutenção mais detalhada, e deve ser feita a cada duas ou três pescarias em água salgada.
É um pouco mais complexa, e seu tempo estimado é de quatro horas para um iniciante.

Para este tutorial, foi usada uma carretilha da marca shimano, modelo Scorpion 1000.
Mas os princípios básicos, são os mesmos para todas as carretilhas, devendo o usuário tirar fotos seqüenciais durante o desmonte, para orientar-se na remontagem.
É muito importante fazer esta manutenção, porque os rolamentos atingidos pela ferrugem, são irrecuperáveis, relativamente caros e de difícil obtenção para a maioria dos proprietários de carretilhas.
Outras partes, como a coroa e o pinhão, presentes em todas as carretilhas, são extremamente difícieis de adquirir para substituição, até mesmo para os profissionais do ramo. E quando obtidas, seu valor quase inviabiliza o custo da carretilha, não raro, sucateando o equipamento.

Este tutorial, será mais útil, se for impresso no modo colorido, formato livreto e encadernado com espiral, para ser consultado durante a manutenção.
Isto pode facilmente ser feito, copiando-se o conteúdo para um pen drive, e solicitando o serviço a uma empresa fotocopiadora. O custo é muito baixo.

Quero deixar bem claro, que em hipótese alguma, esta manutenção básica, substitui o serviço prestado pela Oficina da Pesca, e outras empresas similares, que empregam técnicas sofisticadas de manutenção, como ultrasom, óleos F-0, desmontagem completa do chassi, sem falar no profundo conhecimento do trabalho executado.
A manutenção básica, destina-se apenas a manter o equipamento em bom estado, nos períodos entre as revisões completas destes prestadores de serviço.

Material necessário:


Chave Phillips
Chave de Fenda
Pinça
Estilete ou um anzol esticado, ou ferramenta de dentista cfme amostra
Chave de Boca nº 10 ou nº 11 (Cfme a marca da carretilha)
1 rolo de papel higiênico
100 ml de querosene
1 Vareta de espetinho (substituível)
1 Vareta de comida japonesa (substituível)
1 Cabo de pince redondo (substituível)
Óleo lubrificante fornecido pelo fabricante ou micro óleo para broca de dentista (adquirível nas lojas de material dentário)
Graxa própria para carretilhas ou graxa branca vendida em saches nas lojas de peças de motocicletas.
Óleo Militec ou óleo para motor de carro.
Flanela ou toalha
Escova de dente velha

Antes de iniciar o tutorial, quero dar uma dica muito boa.
Se a sua carretilha tiver o carretel aliviado com furos, como o da foto abaixo, vede o fundo com durex.
Isto irá evitar uma maior infiltração de água para dentro do mecanismo e não irá prejudicar em nada a performance.
Não use veda rosca, pois a linha ira parti-lo e permitirá a penetração da água.





Manutenção bem básica

Enrole toda a linha no carretel, fixe a ponta com fita adesiva e retire o carretel da carretilha.



Disponha a tampa do carretel com o rolamento para cima.

Retire o anel trava usando a ferramenta de dentista ou um anzol esticado ou a ponta de um estilete.
Coloque o dedo em cima para evitar que o anel trava voe e se perca.
(Caso isto aconteça, vc pode fazer outro anel trava, usando arame de aço ortodôntico)

Use a vareta de espetinho para retirar o rolamento.
(Corte metade da ponta com um alicate de corte. A parte cônica restante fará o encaixe perfeito no rolamento)

Mantendo o rolamento na vareta, coloque-o no querosene e faça-o girar na parede do copo, sempre dentro do querosene.
Algumas voltas bastam.

Agora role-o na flanela.
Repita a seqüência umas três vezes.
Seque o rolamento com papel higiênico.


Se tiver um pequeno compressor, passe ar também, mas se não tiver não faz mal.


Pingue apenas duas gotas de cada lado, do óleo lubrificante fornecido pelo fabricante ou óleo de broca de dentista.

Role-o na flanela, para o óleo penetrar e espalhar.
Óleo em excesso, diminui a eficiência do rolamento, use apenas o necessário.
Agora faça uma ponta torcida, com o papel higiênico e seque o berço do rolamento, e a pastilha do freio fino, que encontra-se no fundo do berço.


Recoloque o rolamento, usando a vareta, e o anel trava.
Não esqueça de por o dedo em cima do anel, para evitar que voe.


Pronto, este lado está terminado, feche a tampa e vamos para o outro.
Agora você pode, ou não, retirar a manivela, se quiser facilitar o serviço, fica a seu critério.
Desrosqueie a tampa do freio fino, e usando o papel torcido, limpe-a dos detritos, com especial atenção para a pastilha do freio fino.




Retire o anel trava, sempre pondo o dedo em cima, e da forma ensinada anteriormente.




Retire as arruelas plásticas e o anel espaçador.



Veja quanta sujeira se acumula neste local.
Retire o rolamento, usando o mesmo procedimento anterior.







Faça a limpeza e lubrificação, como ensinado anteriormente.



Remonte as peças e está terminado este lado. ***




Agora abra a tampa lateral e aperte o gatilho que destrava a carretilha.


O pinhão irá retrair-se, deixando exposto o rolamento central.



Usando a ferramenta de ponta, faça uma limpeza dos detritos
Não use querosene, para não retirar o lubrificante existente.
Pingue duas gotas de militec ou óleo de motor.


Se a sua carretilha tiver a abertura indicada na foto abaixo, pingue uma gota no local indicado.


A diferença de óleos usados explica-se em função de que os rolamentos do carretel, são de alto giro e baixa tração, e por isto, deve ser um óleo bem fino, ao contrário dos rolamentos do pinhão e da base do eixo da manivela (aquele do orifício), que são de baixo giro, e grande tração,
Quando a carretilha é destravada, para fazer o arremesso, atuam apenas os rolamentos do carretel, de forma a proporcionar a leveza necessária ao arremesso, neste momento a prioridade é a velocidade.
Ao se travar a carretilha, o mecanismo de tração acopla-se ao carretel, para fazer o recolhimento, neste momento a prioridade é a força, e entra em ação o conjunto de engrenagens.

Pingue uma gota de óleo fino em cada ponta do carretel.



Recoloque o carretel, solte a estrela do drag, para não criar memória, passe um pano úmido na parte externa, seque e pode guardar a sua carretilha.
Você acabou de fazer uma manutenção bem básica, mas que já irá proporcionar alguma proteção ao seu equipamento.

Manutenção mais detalhada

Siga as instruções anteriores até os três asteriscos, e daí pule para este ponto ***.
Agora retire a manivela.





Você terá acesso a estrela do drag, observe que abaixo da arruela preta, existe um pequeno mecanismo formado por um pilaozinho, dentro de uma mola, inseridos num buraco da estrela.
Este é o mecanismo responsável pelo ?click?, do drag. Para não perde-lo, retire-o já e guarde-o. Basta virar a estrela de cabeça para baixo, que ele e a mola cairão na sua mão.
Agora desrosqueie e retire a estrela, a porca quadrada e a mola.





Retire também as três arruelas. Não se preocupe, depois iremos montar tudo na seqüência correta novamente.


Desparafuse a tampa, e mantendo-a voltada para cima, retire-a sem forçar.






Retire as duas molas indicadas na foto e guarde-as.



Observe quanta sujeira acumulou em apenas duas pescarias.



Muito bem, agora retire o rolamento anti retorno da manivela.
Basta empurra-lo de fora para dentro, que ele desliza.
Observe que ele tem as bordas chanfradas, sendo que o chanfro maior, indica a parte superior, e obviamente o menor, a inferior.



Limpe a tampa e o rolamento primeiro apenas com papel higiênico seco, para retirar a sujeira mais grossa.



Agora use a escova de dentes, levemente umedecida em querosene, para fazer a limpeza fina.
Tome cuidado para não deixar escorrer querosene dentro do rolamento do ajuste fino, que já foi lubrificado na etapa inicial.


Seque tudo com papel higiênico.




Use o cabo de pincel redondo para mergulhar o rolamento no querosene.
Você não conseguirá faze-lo girar dentro do querosene, então apenas rode-o no liquido.








Seque a parte interna com papel torcido.
Repita o procedimento, quantas vezes achar necessário.
As vezes é preciso usar um estilete para raspar a ferrugem da parte externa.
Lubrifique com Militec.
Recoloque o rolamento no berço, com o chanfro maior, voltado para fora.



Esta parte está terminada, deixe a tampa de lado e vamos cuidar das engrenagens agora.
Retire a arruela espaçadora do eixo central.



Retire a coroa do eixo. É necessário uma leve pressão para ela soltar.







Retire o drag inferior e a arruela dentada.






Retire o pinhão e a guia de nylon.






Retire os dois parafusos que prendem o eixo da manivela e a engrenagem do devanador.



Agora puxe o conjunto eixo+engrenagem.
É preciso um pouco de força para ele sair, pois na parte inferior, ele tem um rolamento encaixado no berço do chassis.
Pode usar uma chave de fenda, como alavanca, mas cuidado para não danificar a carretilha.



Retire os dois parafusos que prendem o suporte da guia de nylon do pinhão.



Agora mantendo o suporte pressionado com o dedo, retire cuidadosamente a mola de acionamento, que fica acima, do conjunto.





Retire o gatilho de trava e o berço de nylon.




Pronto, agora você chegou ao rolamento do pinhão.
Retire-o, usando o cabo de pincel redondo, fazendo pressão no sentido de dentro para fora.


Retire o parafuso que prende o acionador do gatilho ao chassis.
É aquele parafusinho ao lado da engrenagem do devanador.


Agora retire o parafuso que prende o acionador do gatilho, ao próprio gatilho.
Para isto introduza a chave Phillips ao lado do devanador, até atingir o parafuso, e retire-o.


Separe o acionador, do chassis.



Use papel higiênico para limpar a sujeira grossa do chassis, depois use a escova de dentes com querosene para a limpeza fina.
Use a ferramenta de ponta, para limpar as arestas.






Seque tudo com papel.



Se quiser, pode desmontar também o sub-conjunto do eixo, mas tome muito cuidado ao retirar a trava, para não perde-la.





Secando o rolamento


Remontado


Agora vamos proceder a remontagem.
Primeiro limpe e lubrifique o rolamento do pinhão como ensinado anteriormente.
Não use mais do que duas gotas de Militec ou óleo de motor.
Lembre-se de que todo o óleo que for colocado em excesso, servirá apenas para reter sujeira e denegrir a performance do equipamento.
Encaixe o rolamento no berço.




Agora passe um pouco de graxa no chassis, no local onde o acionador do gatilho sobe e desce, conforme mostrado na foto.



Limpe adequadamente e encaixe o acionador do gatilho e fixe-o com o parafuso ao chassis.
O parafuso dele é o menor de todos .



Agora recoloque o parafuso que prende o gatilho ao acionador do gatilho.
Para isto, introduza novamente uma chave Phillips ao lado do devanador até atingir a cabeça do parafuso.
O parafuso certo é o único que tem rosca soberba.


Agora recoloque primeiro a mola acionadora no buraco que a mantém presa.
A haste maior da mola é a que vai no buraco.
Na outra ponta, encaixe o gatilho da trava.
Limpe o berço de nylon com a escova e querosene.
Seque-o e passe graxa.
Agora encaixe o berço de nylon na outra ponta do gatilho.
Coloque o dedo em cima da mola, para ela não saltar fora, e empurre o conjunto para o centro do chassis, até encaixar no trilho existente no chassis.
É necessário uma pequena pressão.
Faça isto, sem tirar o dedo de cima da mola.
Uma vez encaixado, recoloque o suporte da guia de nylon do pinhão e fixe-o com os parafusos, mas não esqueça de limpar o suporte antes.
Nesta etapa, você tem apenas quatro parafusos.
Os dois do suporte são os mais compridos.


Faça uma boa limpeza no conjunto eixo da manivela+engrenagem, lubrifique o rolamento e encaixe o conjunto no berço do chassis.
Você vai notar que o suporte do conjunto tem uma ?barriga? maior de um dos lados.
A ?barriga? deve ficar voltada para o lado do pinhão.
Fixe o conjunto ao chassis, usando os dois parafusos restantes.



Recoloque a arruela dentada, sendo que o lado liso é virado para cima.
Recoloque o drag inferior.
Se ele estiver sujo, escove com querosene e seque com papel, esta peça trabalha seca e limpa.
Recoloque a coroa, sendo que a parte lisa é virada para baixo e a ?panela? fica para cima.
Aqui também precisa limpar e secar o drag superior e escovar bem os dentes.
Em seguida, passe graxa em todos os dentes, mas sem exageros.


Recoloque a arruela do drag superior.
Recoloque a arruela espaçadora no eixo.



Agora limpe e lubrifique com graxa, a guia de nylon do pinhão.


Encaixe o pinhão na guia e encaixe os dois nos pinos do suporte.
Coloque as duas molinhas.

Feche a tampa, sempre mantendo o conjunto virado para cima, para as molinhas não caírem.
Parafuse a tampa.


Recoloque as duas arruelas de pressão.
Elas devem ficar uma contra a outra, ou seja, como elas são curvadas, ficará um vão entre elas.
Recoloque a arruela lisa, com a parte áspera voltada para cima.
Recoloque a mola.
Recoloque a porca quadrada, e aperte, pressionando a mola bem.
Recoloque a estrela.



Agora com muito cuidado, recoloque aquela molinha e o pilaozinho no buraco da estrela.
Recoloque a arruela preta, com a parte lisa virada para cima.


Recoloque o conjunto da manivela.
Recoloque o carretel.
Passe um pano úmido na parte externa e seque.
Parabéns, você acabou de fazer uma manutenção detalhada do seu equipamento.


Esta manutenção deve ser feita a cada duas ou três pescarias.
E periódicamente, é necessária uma revisão completa, feita pela oficina da pesca ou outra empresa da sua confiança.
Todos os equipamentos que tem contato com a água salgada, devem ter manutenção freqüente, porém no caso das carretilhas, está manutenção é vital, e deve ser feita com a maior freqüência possível.


Pratique o pesque e combata as redes.
Boas pescarias

Marcos Zotto